Design
14/05/2024

Estilo de vida que integra conforto e bem-estar à arquitetura 5 2024

Amanhecer cedo, preparar um bom café da manhã, vestir-se com conforto para um momento de meditação ou uma sessão de pilates, apreciar o silêncio e conectar-se à natureza. Este estilo de vida que desafia a agitação do cotidiano tem transformado as manhãs de muitos brasileiros que passaram a praticar o “slow morning”. A “manhã lenta”, em tradução literal, também conhecida como slow living, ganha adeptos famosos, como a supermodelo Gisele Bündchen, e propõe valorizar os instantes de calmaria, promovendo o bem-estar daqueles que escolhem priorizar apenas o que verdadeiramente importa.

Aos poucos, a prática de despertar com tranquilidade, sem pressa e priorizando a saúde está ultrapassando as referências minimalistas em vestuário e alimentação, passando a ser aplicada em projetos arquitetônicos e de design de interiores. “A harmonia com a natureza e a preferência por atividades ao ar livre estão revelando uma maneira de viver bem”, conta a arquiteta da A.Yoshii em Campinas, Lorena dos Santos. O conceito de slow living se traduz na simplificação e na valorização do artesanato e produtos exclusivos. A proposta é dar prioridade a itens de qualidade e duráveis, escolhendo o essencial. “Esse movimento visa criar ambientes acolhedores e simples”, ela acrescenta.

Espaços amplos que integram a sala, a cozinha e o espaço gourmet, janelas que oferecem vistas de 360 graus do ambiente externo, além de muita luz e ventilação natural, estão entre as características arquitetônicas que harmonizam com o estilo slow morning. “A ideia é utilizar materiais naturais, feitos de forma sustentável e que carreguem alguma história. O ambiente deve refletir e representar as pessoas que nele vivem”, detalha Lorena.

É possível criar um ambiente de calmaria em meio à agitação da vida urbana. Em Campinas, os empreendimentos Le Rêve e Prestige, localizados no Cambuí, são exemplos dessa tendência. Com localização privilegiada, em uma região repleta de árvores, esses edifícios foram projetados para harmonizar-se com o entorno.

“Com o objetivo de promover o bem-estar dos moradores e enriquecer o bairro, a construtora revitalizou a Praça dos Municípios, também conhecida como Praça dos Alecrins. O local ganhou novos bancos, reforma das calçadas, melhorias na iluminação, nova pintura, academia ao ar livre e projeto de paisagismo”, conta. Essa ação foi autorizada pela Prefeitura Municipal de Campinas (SP), que tem firmado parcerias com a iniciativa privada para recuperar áreas urbanas.

“Nas áreas comuns, os empreendimentos que adotam o conceito do slow morning priorizam a ideia de condomínio-clube, com um paisagismo abundante em variedades da flora e até pomares, permitindo que os moradores despertem e desfrutem dos aromas das flores, frutas e do canto das aves. Um exemplo é o Harmonie, situado no bairro Nova Campinas”, destaca a arquiteta.

Os empreendimentos da A.Yoshii também seguem essa tendência ao oferecer áreas exclusivas para prática de exercícios, incluindo pilates, yoga, crossfit, salas de massagem, entre outros. “Os projetos da construtora contam com espaços dedicados à prática de atividades físicas também em áreas externas, facilitando essa conexão com o ambiente e a natureza. Procuramos criar um autêntico refúgio de tranquilidade no meio urbano”, ressalta.

Minimalismo na decoração

Em soluções de design de interiores, dá-se preferência a cores claras e monocromáticas. “No Evidence, empreendimento localizado na Nova Campinas, optamos por uma decoração neutra complementada por acessórios minimalistas. O movimento slow morning contrapõe-se aos excessos do consumismo e ao caos da vida moderna. Buscamos fomentar um ambiente que transmita harmonia, amplitude, paz e aconchego para os moradores”, observa Lorena.

Os ambientes, embora amplos, pedem recursos minimalistas. “Essa tendência valoriza muito a qualidade de vida, o que se reflete nas escolhas para a decoração, em que menos é mais. A prioridade é: móveis de design aconchegantes e funcionais”, afirma. O objetivo é incorporar uma atmosfera clean, harmoniosa e livre de desordem, enfatizando o aconchego e o conforto.

Na visão de Lorena dos Santos, os projetos arquitetônicos refletem o tempo presente. “E este tempo exige ‘manhãs conectadas’ e integradas com o natural, um aspecto essencial para a qualidade de vida”, conclui.

Dicas práticas para aderir ao slow living

Design biofílico: este movimento enfatiza a conexão com a natureza. Para alcançá-la, incorpore plantas e elementos naturais à decoração, optando por cores terrosas, materiais orgânicos e aproveitando a luz natural.

Apelo tátil: invista em tecidos que incitem ao toque, como tapetes macios, almofadas confortáveis, sofás e poltronas aconchegantes, utilizando materiais como juta, algodão, barro, couro e lã. A proposta é promover a interação com o ambiente.

Móveis que contam histórias: priorizando o melhor acabamento, durabilidade e qualidade, o slow movement sugere peças artesanais e feitas à mão. A tendência valoriza a utilização de matérias-primas locais e produtos que carreguem histórias, valores e sustentabilidade.

Espaços arejados: os projetos inspirados no slow living costumam ser projetados com áreas voltadas para a contemplação. Priorizam-se ambientes espaçosos e arejados, criando espaços para descanso, leitura e contemplação.

Paleta de cores: as cores são escolhidas para transmitir uma sensação de tranquilidade, evitando cores muito vibrantes. 

OUTRAS NOTÍCIAS


  • Construtora

    10/06/2024

    Construtora expande linha de negócios com condomínios horizontais

    Grupo paranaense anuncia novo projeto no mercado imobiliário de alto padrão

  • Construtora

    05/06/2024

    Construtora paranaense atinge mais de R$ 4,8 bilhões de VGV

    A.Yoshii registrou crescimento superior a 70% nas vendas de imóveis residenciais

  • Casa

    04/06/2024

    Casa Cambuí amplia opções de apartamentos de alto padrão

    Novo empreendimento da A.Yoshii Campinas imprime o DNA da construtora em cada detalhe

  • A.Yoshii

    20/05/2024

    A.Yoshii premia imobiliárias parceiras

    Imóveis de Primeira e Invictta Imóveis Especiais foram as vencedoras da noite

VER TODOS
Precisa de Ajuda?